CategoriasArtigos de BI

Business Intelligence tudo que você precisa saber

B

Business Intelligence, conceito e definição Business Intelligence, ou simplesmente BI, é um conceito cunhado em meados de 1989 pelo Gartner Group – Instituto de Pesquisa e Análise do setor de Tecnologia da Informação, que defendera a criação do termo para “abrigar” todas as iniciativas de inteligência. Business Intelligence, então, é um conceito que define o processo que envolve o uso de...

O que é Cloud Computing ?

O

Cloud Computing ou Computação em Nuvem, são os serviços contratados de provedores externos (Amazon, Azure, Google, etc) para fornecerem capacidade de processamento ou serviços de software. Claro que o conceito de Cloud (Nuvem) pode ser muito amplo se considerarmos todas as possibilidades existentes de softwares e serviços disponíveis. Talvez o grande percurssor de serviços em Nuvem foi a...

SSIS – Sql Server Integration Services

S

Abordaremos de forma resumida a arquitetura da ferramenta SQL Server Integration Service (SSIS), uma evolução do antigo dts da versão 2000. Essa solução hoje não se encontra na quadro de ferramentas líderes do mercado como o DataStage da IBM e o Power Center da Informática, porém vem se popularizando nos últimos anos entres as corporações por ser de fácil acesso, intuitivo e de baixo custo. A...

Big Data x Business Intelligence BI: Qual a diferença?

B

Big Data Big Data (“Mega dados”, em português), em tecnologia da Informação, refere-se a um grande conjunto de dados armazenados. E pode-se basear em 5V’s: Velocidade, Volume, Variedade, Veracidade e Valor. Big Data é um termo amplamente usado atualmente para nomear conjuntos de dados muito grande ou complexos, que os aplicativos de processamento de dados tradicionais não conseguem lidar. Para...

Quatro experiências em manuscrito com uma rede neural

Q

– Vamos começar com a geração de novos cursos com base em sua entrada de texto manuscrito SHAN CARTER Google Brain DAVID HA Google Brain IAN JOHNSON Google Cloud CHRIS OLAH Google Brain 6 de dezembro de 2016 Citação: Carter, et al., 2016 As redes neurais são uma abordagem extremamente êxitosa para a aprendizagem de máquinas, mas é complicado entender por que se comportam da maneira que elas...

Inceptionism: Aprofundando as redes neurais

I

– Quarta-feira, 17 de junho de 2015 Postado por Alexander Mordvintsev, engenheiro de software, Christopher Olah, técnico de engenharia de software e Mike Tyka, engenheiro de software Atualização – 13/07/2015 As imagens nesta postagem no blog são licenciadas pela Google Inc. sob uma licença internacional Creative Commons Attribution 4.0. No entanto, as imagens baseadas em locais da MIT...

Visualizando Representações: Aprendizagem Profunda e Seres Humanos

V

– Postado em 16 de janeiro de 2015 visualização de dados, aprendizado de máquinas, incorporação de palavras, redes neurais, aprendizado profundo, interface do usuário, wikipedia Em uma publicação anterior, exploramos técnicas para visualizar dados de alta dimensão. Tentando visualizar dados dimensionais elevados é, por si só, muito interessante, mas o meu objetivo real é outra coisa. Eu...

Visualizando MNIST: Uma Exploração de Redução de Dimensionalidade

V

– Postado em 9 de outubro de 2014 MNIST, visualização de dados, aprendizagem automática de máquinas, incorporação de palavras, redes neurais, aprendizagem profunda Em algum nível fundamental, ninguém entende a aprendizagem automática. Não é uma questão de coisas muito complicadas. Quase tudo o que fazemos é fundamentalmente muito simples. Infelizmente, uma desvantagem humana inata interfere...

Grupos e convoluções grupais

G

– Postado em 8 de dezembro de 2014 teoria do grupo, probabilidade, convolução, matemática Simetria Pense num quadrado. É simétrico? Como é simétrico? Qual é a simetria? Qual é o tipo de simetria? O que significam essas perguntas? Se você perguntar a alguém, eles podem dizer-lhe que um quadrado tem uma simetria rotacional. Se você girar um quadrado 90°, é a mesma forma. Sem saber qual era o...

Entendendo as convoluções

E

– Postado em 13 de julho de 2014 redes neurais, redes neurais convolutivas, convolução, matemática, probabilidade Em uma publicação anterior, construímos uma compreensão das redes neurais convolutivas, sem referir-nos a nenhuma matemática significativa. Para avançar, no entanto, precisamos compreender as convoluções. Se quiséssemos entender as redes neurais convolutivas, basta entender...

Your sidebar area is currently empty. Hurry up and add some widgets.

/* ]]> */