Definição de Business Intelligence, Analytics, Big Data e Data Mining

A paisagem da tecnologia empresarial mudou tão rápido ultimamente que, se você virar sua cabeça por um momento e depois voltar, você pode não reconhecer o que está vendo. Os avanços nos mercados de software mobile e serviços em nuvem, nos últimos anos, abriram o caminho para um tipo de relacionamento totalmente novo entre TI e perfis ligados a negócios. Um resultado dessa mudança rápida é que as fronteiras antigas entre áreas e práticas estão começando a desfocar. Depois, há as categorias completamente novas que ninguém ouviu falar, mesmo cinco anos atrás. Para ajudá-lo a navegar no terreno dos conceitos de dados empresariais, vamos dar-lhe um resumo básico do que alguns dos termos mais comuns se referem e como eles se relacionam.

BUSINESS INTELLIGENCE – BI

Esta é a categoria mais ampla e abrange os outros três termos aqui (pelo menos, como eles são usados ​​em um contexto de TI empresarial). BI é a tomada de decisão baseada em dados. Inclui a extração, organização, armazenamento, análise e visualização de dados para informar e facilitar a gestão de negócios e estratégias. O BI, portanto, não é estritamente tecnológico; envolve os processos e procedimentos que suportam a coleta, armazenamento, relatórios e compartilhamento dados, tudo a serviço de tomar melhores decisões. Uma das tendências nos últimos anos foi a criação de softwares que não dependem da equipe de TI para fornecer relatórios e gráficos aos usuários de negócios. Os softwares de BI proporcionam soluções simples de auto-atendimento que permite, aos usuários de negócios, visualizar gráficos, gerar relatórios, obter insights e compartilhar tudo com colegas de trabalhos.

 

Analytics

Análise, é assim que você pode dividir os dados, avaliar as tendências ao longo do tempo e comparar um setor ou uma medida com o outro. Também pode incluir as várias maneiras como os dados são visualizados para tornar as tendências e os relacionamentos intuitivos de relance. Se o BI é sobre a tomada de decisões, a análise é sobre fazer perguntas: como as vendas para o novo modelo se compararam às vendas do antigo, no mês passado? Como um vendedor fez em comparação com outro? Certos produtos estão sendo vendidos melhor em determinados locais? Você pode mesmo fazer perguntas sobre o futuro com sistemas que executam a análise preditiva. Algumas empresas tratam analitycs e BI como sinônimos – ou simplesmente dependem de uma para a execução da outra. Mas a análise (anlytics) é, em geral, a fase de contestação de dados, que responde a fase de tomada de decisão no processo geral de Business Intelligence.

 

BIG DATA

É um termo que define o processamento e armazenamento de um grande volume de dados de fontes internas e externas. Big Data, geralmente se refere aos imensos volumes de dados disponíveis online, na nuvem, o que requer cada vez mais poder de computação para reunir e analisar toda essa quantidade gigantesca de dados. Como as fontes são tão diversas, os dados geralmente são completamente crus e desestruturados. Uma vez que você provavelmente estará usando esses dados para fins que não foi originalmente destinado a uso imediato na análise, você terá que limpá-lo um pouco antes de poder obter informações úteis sobre ele. Os sistemas que você colocou internamente para rastrear KPIs são, obviamente, a principal fonte para onde você precisa responder a uma pergunta sobre o seu negócio, mas a Big Data disponibiliza quantidades quase ilimitadas de informações que você pode analisar e obter insights relacionados ao seu setor, seu negócio, seus potenciais clientes. Big Data é a biblioteca que você visita quando a informação para responder suas perguntas não está pronta. E, como uma biblioteca real, você pode procurar respostas para perguntas que nem sabia que você tinha.

DATA MINING

Encontrar respostas que você não sabia que você estava procurando de antemão é o que é Data Mining. Com tanta informação disponível, você nunca pode ter certeza de que não está negligenciando um fato importante apontando o caminho para um melhor desempenho. A mineração de dados (data mining) é a prática de peneirar todas as evidências em busca de padrões anteriormente não reconhecidos. Algumas empresas estão contratando cientistas de dados, especialistas em estatística e ciência da computação que conhecem todos os truques para encontrar os sinais escondidos no barulho. A mineração de dados provavelmente se enquadra dentro da categoria de análise, mas a maioria das análises é baseada em dados de sistemas configurados para rastrear conhecidos KPIs – por isso geralmente é mais medido do que a mineração.

Uma das dificuldades em manter todos os termos em linha reta é que existem ferramentas que reúnem elementos de todas as categorias. O Power BI , por exemplo, é obviamente uma ferramenta de BI, mas permite aos usuários de negócios analisar, visualizar e compartilhar dados de várias maneiras. Você também pode usar as funções de análise e visualização com informações que você puxa da nuvem, então é um exemplo de Big Data (grande volume de dados). No final, porém, não é tão importante que apliquemos os rótulos adequados a tudo, pois é você quem determinará uma maneira efetiva de reunir e usar informações para manter seu negócio crescente e próspero.

Sobre o autor

Cetax

Somos uma consultoria de Business Intelligence e Data Warehousing que atua desde 2000, guiando as empresas a transformar seus dados em valiosas informações que transformam os seus negócios.

Comentar

Posts recentes

Comentários

Arquivos

Categorias

Meta